Em Pauta

Um conto sobre a AASP

26 Dez, 2019 13:22
Compartilhar

Um conto sobre a AASP: Para quem gosta de uma boa história.

Imaginando como seria a AASP, para revisitar e comentar esses 77 anos de história, ousamos criar um conto em primeira pessoa para os nossos associados e todos os advogados que se identificam com o nosso propósito. Boa leitura!

Nota histórica: “29/1/1943 – Em assembleia geral é fundada a Associação dos Advogados de São Paulo. Na reunião foi aprovado o primeiro estatuto da entidade e eleita sua primeira Diretoria. Como primeiro presidente foi eleito Walfrido Prado Guimarães”.

Assim foi o meu nascimento e de lá para cá passei por muitas mudanças. Não vou falar de todas, mas elas estão eternizadas no site da Associação. Nem sempre fui gloriosa ao alcançar minhas metas, mas sempre me esforcei para ser a parceira que você precisava.

E, mesmo diante de escolhas, me mantive firme em um objetivo: facilitar o seu dia a dia, fazendo com que advogar nunca deixasse de ser a sua maior preocupação.

Em 2019 esse objetivo foi ampliado, e passei por várias outras mudanças. Aceitei novas cores e mudei a forma como me comunico. E há mais novidades a caminho. Entendi que meu papel tinha se tornado um pouco maior ao longo dessas décadas, e a partir de agora eu almejo facilitar e potencializar a sua atuação.

Eu sempre tentei me adequar para atender a todos os públicos dentro da Associação, mas isso está ficando mais difícil a cada ano. Tenho colegas contemporâneos dos anos 1950, 1960 e 1970 e jovens advogados que se aproximam tentando entender porque deveriam firmar uma parceria comigo.

Eu tenho a responsabilidade de ser um suporte para todas as gerações e me desdobro em estratégias para que nada falte em cada um de nossos encontros.

Sou uma instituição realmente privilegiada, pois com o intuito de proteger a advocacia e criar produtos e serviços que auxiliem o dia a dia dos advogados, me tornei —querida — entre a classe e isso me enche de orgulho, confesso.

Já passei por dez Encontros Anuais, com cerca de 500 participantes por edição. Haja coração para tanto! Vi filósofos serem aplaudidos de pé, ministros citando músicas e poesia, advogadas falando sobre os direitos da mulher. Em resumo, fiz parte de momentos únicos para o Direito no Brasil. Meu desejo, ao relembrar tudo isso, é ter a chance de compartilhar muitos outros momentos com milhares de colegas do ramo.

Me lembro, porém, de ouvir questionamentos como: será que a AASP está pronta para a inovação que está arrebatando o Direito?

Quase em primeira mão, devo dizer que, eu tenho uma rede de apoio e você faz parte dela. Eu não sou a resposta, eu sou o canal. Sem você, eu não existiria. Sem as gerações que vieram antes de você, eu também não existiria. O que me move é a advocacia. E se ela está se atualizando, pode ter certeza de que vou propor parcerias que me atualizem também, seja sobre inovação, tecnologia, advocacia 4.0, plataformas e novos formatos, em busca das melhores soluções para o advogado que se associar a mim.

Esses 77 anos me provaram que a comunidade é mais forte do que a instituição! E a busca pela manutenção da justiça em prol da sociedade é algo que nos motivará sempre.

Fonte: Núcleo de Comunicação AASP

Últimas notícias sobre a AASP

Anote na agenda: mais um webinar gratuito

03 Abr, 17:11

Anote na agenda: mais um webinar gratuito

Covid-19 – O que é essencial?

03 Abr, 10:15

Covid-19 – O que é essencial?

As alterações nas normas societárias – MP nº 931/2020

03 Abr, 09:32

As alterações nas normas societárias – MP nº 931/2020