Em Pauta

O dia do advogado e sua origem histórica

26 Jul, 2019 15:32
Compartilhar

Voltamos ao passado para entender a mais importante data para o Direito,
o dia do advogado

Você sabe a origem do dia do advogado? Em meio às  comemorações do “Mês da Advocacia”,  achamos importante nos entrosarmos mais com esse momento tão importante.

Dia 11 de agosto

O dia 11 de agosto foi marcado pela criação das primeiras faculdades de Direito no Brasil.

As duas primeiras foram idealizadas em 1827, após algumas tentativas para instituir esses tipo de curso no Brasil, como mostra matéria no Portal Migalhas, que você pode conferir na íntegra aqui.

As faculdades vanguardistas eram:

  • a Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, em São Paulo;
  • e a Faculdade de Direito de Olinda, em Olinda.

A educação jurídica surgiu das necessidades observadas após a criação da primeira constituição do Brasil, outorgada por Dom Pedro I.

Após a medida, eram necessários profissionais para supervisionar e aplicar as leis instituídas. As faculdades de Direito estavam entre as primeiras criadas no Brasil.

Por este motivo, até a década de 1930, os bacharéis em Direito ditavam os movimentos sociológicos, antropológicos, jurídicos e críticos de forma social e cultural.

Desta forma, a sociedade e boa parte de seu pensamento, foram moldados por especialistas do Direito, durante um período da nossa história.

Você sabia que importantes nomes da cultura e literatura se formaram bacharéis em Direito no século XIX, veja alguns deles:

  • Castro Alves – Poeta, participante do movimento do “Romantismo”, autor de diversos livros, dentre eles o famoso “Espumas Flutuantes”, de 1870;
  • Silvio Romero – Escritor, Professor, Político e Fundador da Academia Brasileira de Letras, na cadeira 17;
  • Gonçalves Dias – Poeta, Professor, Crítico de História e Etnólogo.

Assim, um grande momento da história, se tornou um marco para todos os advogados do Brasil!

Celebração 

Pensando na importância da data até hoje, a AASP definiu para 2019, um mês de atividades para muita celebração!

Em agosto, “Mês da Advocacia”, teremos atividades divididas em quatro pilares:

  • Conhecimento;
  • Experiência;
  • Promoção;
  • E encontro.

Para saber como tudo irá funcionar e acompanhar a idealização do projeto, leia também o nosso artigo: Mês da Advocacia: conheça os eventos comemorativos. A AASP quer fazer parte deste momento de forma produtiva, ofertando oportunidades de experiências únicas. Acreditamos na evolução dentro e fora do segmento jurídico.

Parceria

Ao celebrarmos o dia do advogado, não podemos deixar de atrelar a história da AASP à data. Isso porque, o 11 de agosto, celebra o início dos cursos jurídicos no Brasil e de forma semelhante, a AASP se fortaleceu contemplando a educação.

Vanguardista a associação, com mais de 75 anos, é referência para o segmento jurídico, e está sempre em busca de aprimoramento de seus serviços, voltados para o suporte profissional de seus parceiros.

Para entender toda a trajetória da AASP e conhecer tudo o que ela oferece aos seus associados, clique aqui e leia nosso artigo sobre os 75 anos da associação.

Curiosidades

Antigamente o dia 11 de agosto também era conhecido como o “dia da pendura”.

Na época do surgimento das primeiras faculdades de Direito, estudantes, recém-chegados, consumiam e não pagavam as contas, deixando-as “penduradas”. Desta forma, cabia aos próprios comerciantes arcar com as despesas.

Isso ocorria por ser uma profissão de notoriedade na época, o que fazia os donos de restaurantes convidarem os advogados a comemorar. Comer e se divertir ficava por conta “da casa”. Uma frase icônica desta tradição, é: “Garçom, tira a conta da mesa e bota um sorriso no rosto, seria muita avareza cobrar do 11 de agosto!”. O dia da pendura também já foi matéria no portal Terra, demonstrando sua força dentro da data comemorativa.

E, você sabe quem foi a primeira advogada homenageada com um busto no Tribunal de Justiça de São Paulo?

Maria Augusta Saraiva derrubou barreiras e limitações, em um momento cultural e social em que a mulher tinha, aparentemente, duas opções: ser dona do lar e mãe de família ou estudar para lecionar. Fugindo às tradições, foi a primeira mulher matriculada no curso de Direito, da renomada Faculdade de Direito do Largo São Francisco.

Formada em 1902, ganhou uma viagem à Europa, como recompensa por seu desempenho excelente durante todo o curso. Em 2018, 116 anos depois de seu primeiro grande feito, Maria Augusta Saraiva quebra paradigmas novamente e se torna a primeira mulher homenageada no Tribunal de Justiça de São Paulo. Uma mulher admirável, que coleciona marcos!

Aproveite a sua data

Esperamos que você aproveite as atividades propostas pela AASP e que tenha gostado de saber um pouco mais sobre o seu dia, sua data e um pouco da história da sua profissão.

 

Fonte: Núcleo de Comunicação AASP

Últimas notícias sobre a AASP

Taubaté e Pindamonhangaba recebem visita de diretor cultural da AASP

16 Ago, 17:23

Taubaté e Pindamonhangaba recebem visita de diretor cultural da AASP

Apontamentos: Contrato individual do trabalho

16 Ago, 12:54

Apontamentos: Contrato individual do trabalho

Nota de pesar: Homero Alves de Sá

15 Ago, 17:30

Nota de pesar: Homero Alves de Sá