Regulamento do Seguro de Vida em Grupo

Tel: (11) 3291 9200
E-mail: atendimento@aasp.org.br

A nossa corretora de seguros, Interbrok, está apta a esclarecer as dúvidas dos associados sobre o seguro de vida em grupo, bem como orientar o(s) beneficiário(s) na solicitação de requerimentos. É também responsável pelo gerenciamento das documentações.

Tel: (11) 5504 5200 / Ramal 5311 (com Fátima Ribeiro)
E-mail: fatima.ribeiro@grupointerbrok.com.br

1. Do benefício

1.1 A AASP oferece seguro de vida em grupo contratado com a SulAmérica Seguros, com cobertura de: morte natural = 100% e morte acidental = 100%. As indenizações devidas pela cobertura de morte natural e morte acidental se acumulam.

O capital segurado atual é de R$ 7.785,00 (sete mil, setecentos e oitenta e cinco reais), sem qualquer ônus adicional, para os associados que, na data de admissão, estejam com idade até 64 anos, 11 meses e 29 dias, em perfeitas condições de saúde e em plena atividade profissional.

Os associados que ficaram suspensos por um período máximo de dois anos e que solicitarem sua readmissão serão readmitidos no seguro de vida, sem restrição de idade, desde que antes da suspensão tenham figurado como segurado na apólice do seguro de vida em grupo da AASP.

Os segurados anteriormente vinculados à apólice mantida na seguradora congênere estão automaticamente aceitos, independentemente do limite de idade, das condições de saúde e da situação laborativa.

1.2 O acionamento da assistência funeral deverá ser feito por uma pessoa da família do segurado, ou, na falta deste, por um representante ou responsável legal, antes que seja tomada qualquer medida pessoal em relação à assistência funeral da Sul América, através dos telefones: Capitais Regiões Metropolitanas – 4004 4935 e demais Regiões – 0800 726 4935.

1.3 Caso não seja acionada a assistência via telefone, é possível solicitar o reembolso das despesas incorridas com funeral, até o valor-limite de R$ 3.000,00. Neste caso, enviar, juntamente com os documentos da cobertura de morte a nota fiscal original discriminativa das despesas para o endereço:  Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini,  716, 3º andar, Brooklin Novo – São Paulo-SP, CEP 04571-000, aos cuidados de Fátima Ribeiro.

1.4 Caso haja falecimento do associado ainda no mês de admissão ou readmissão, para ter direito ao benefício do seguro de vida em grupo, o(s) beneficiário(s) deverá(ão) manter a inscrição ativa e quitada no mês da ocorrência do falecimento.

1.5 Terá(ão) direito ao recebimento o(s) beneficiário(s) do segurado cuja inscrição esteja ativa na data do óbito.

1.6 Os associados que não atualizarem seus dados cadastrais poderão, em virtude de exigência legal, ser excluídos do seguro de vida em grupo.

2. Dos beneficiários

2.1 O associado poderá indicar beneficiários ou, caso já tenha realizado o procedimento, poderá alterar os dados no Formulário Designação/Alteração de Beneficiários. Preenchido sempre a próprio punho, com caneta azul ou preta, desconsiderando as questões da declaração pessoal de saúde e assinando no verso do formulário. Depois desse procedimento o referido formulário deverá ficar sob os cuidados do próprio segurado. Apresentação será solicitada a seus familiares se houver óbito.

2.2. Se não houver indicação de beneficiário por parte do associado, serão considerados como tal os herdeiros legais nos termos do Código Civil.

2.3 Os segurados anteriormente vinculados à apólice mantida na seguradora congênere precisam refazer sua indicação de beneficiários para que tenha validade a designação desejada. Caso não seja entregue a designação no formulário próprio da seguradora atual, qual seja SulAmérica Seguros, a eventual indenização será paga aos herdeiros legais.

3. Dos documentos necessários

Para regulação do sinistro por morte natural e morte acidental são necessários os documentos básicos a seguir:

3.1 Formulário de Aviso de Sinistro original, devidamente preenchido, assinado pela empresa e pelo médico assistente do segurado.

3.2 Cópia do CPF/RG do segurado titular.

3.3 Formulário de Designação de Beneficiário devidamente assinado pelo segurado. Na falta, encaminhar uma carta da empresa, em papel timbrado, informando a não existência desse documento.

3.4 Cópia do comprovante de residência em nome do segurado e dos herdeiros/beneficiários. Enviar conta de consumo atualizada (conta de água, energia elétrica, gás ou telefone fixo), em nome do próprio segurado e beneficiário. Na inexistência desse documento, enviar declaração de residência.

3.5 Cópia da Certidão de Óbito.

3.6 Cópia da Certidão de Casamento atualizada; após óbito, com averbação do óbito.

3.7 Caso o segurado não tenha sido casado e mantido ou não uma relação de convívio marital, deve ser providenciado o envio de uma Declaração de herdeiros, informando estado civil do segurado na ocasião de seu falecimento, se deixou cônjuge/companheiro, com um declarante e duas testemunhas (pessoas idôneas) e firma reconhecida.

Em complemento a essa declaração, será necessário o envio dos itens abaixo:

3.7.1. Pensão por morte INSS.

3.7.2. Comprovante de dependência em algum plano de saúde, clube, etc.

3.7.3. Comprovante de conta conjunta.

3.7.4. Declaração de IR constando os dependentes (se houver).

3.8. Cópia do RG/CPF dos beneficiários/herdeiros do segurado; se filhos menores, encaminhar cópia da certidão de nascimento/comprovante de residência do responsável legal.

3.9. Autorização original de crédito em conta devidamente preenchida, anexada a algum documento bancário em que constem os dados informados na autorização (ex.: cópia do cartão do banco).

4. Em caso de morte acidental

Além dos documentos anteriores enviar também os documentos abaixo:

4.1. Cópia do boletim de ocorrência policial, com detalhamento do ocorrido.

4.2. Cópia do laudo de exame necroscópico (IML).

4.3. Cópia simples da carteira nacional de habilitação – CNH (em caso de acidente automobilístico se o segurado for o condutor do veículo).

4.4. Cópia das principais peças do inquérito policial (Declaração do Delegado, Declaração das Principais Testemunhas ou Certidão da Conclusão do Inquérito Policial) (será solicitada quando necessário).

4.5. Cópia do laudo da Polícia Técnica (será solicitada quando necessário).

4.6. Cópia do formulário de Comunicação de Acidente de Trabalho (em caso de acidente de trabalho).

4.7. Cópia dos exames toxicológicos e de dosagem alcoólica (em caso de acidente automobilístico em que o segurado é o condutor do veículo); se os exames não tiverem sido realizados, será necessário encaminhar uma carta do IML.

Após análise da documentação básica, a Seguradora poderá solicitar documentos complementares para conclusão do processo de sinistro.

5. Do prazo para requerer a indenização

O(s) beneficiário(s) poderá(ão) dar entrada no pedido de indenização do seguro de vida no prazo de três anos, contado a partir da data do óbito.

6. Do segurado efetivo ou remido

O falecimento do associado deverá ser notificado ao Setor de Cadastro da AASP, e será necessária a remessa dos documentos a seguir:

– Cópia da Certidão de Óbito;
– Carta solicitando a suspensão ou a continuidade dos serviços (com a opção de pacote de recebimento dos serviços) devidamente assinada pelo beneficiário.

O(s) beneficiário(s) que optar(em) pela continuidade dos serviços ficará(ão) responsável(eis) pelo pagamento das mensalidades, inclusive no caso específico de segurado remido. O benefício da remição é intransferível.

7. Do prazo para o pagamento da indenização

Depois de entregues todos os documentos necessários, a Seguradora estima um prazo de 30 a 45 dias para o pagamento.

8. Sobre a documentação

Os documentos deverão ser remetidos diretamente para a Interbrok, aos cuidados de Fátima Ribeiro, Departamento de Sinistro de VG, no endereço: Av. Eng. Luis Carlos Berrini, 716, 3º andar – CEP 04571-000 – São Paulo-SP.

Durante a análise do processo, outros documentos poderão, ainda, ser solicitados.

versão nº 12, revisada em 03/12/2018